Agenda

2001

19 de Novembro

Teatro Taborda | Lisboa [Portugal]

2001

2 - 4 de Março

Centro Cultural de Belém | Lisboa [Portugal]

2001

Centro de Artes Performativas do Algarve | Faro [Portugal]

2001

Recreios da Amadora | Amadora [Portugal]

2001 | PROFUNDO DELAY

“Em 2001 e a convite de Jorge Silva Melo para o evento Uma Mesa e Duas Cadeiras, escrevi e co-encenei um texto sobre a cidade, ou as cidades. Pensei sempre na Lapónia como ponto de partida e numa canção homónima da finlandesa Mónica Aspelund como meio para pôr a escrita em prática.

O resultado é uma série de quadros mais ou menos “lounge”. Uma “féerie” cosmopolita, que mistura Londres, Paris e Roma, com Invernos prolongados na Crimeia ou em Tirana, noites de Halloween em Virginia Beach e passagens rápidas pela Avenida da República. Tudo acompanhado pelo que considero ser a única manifestação do divino nas cidades: o corte de energia.

Como na altura não tinha nenhum disco do Burt Bacharach, pensei também muito no Tony de Matos e no Vodka Martini e dediquei-lhes um dos quadros. Mais ou menos “lounge”.

Para mim e para a Cláudia era conditio sine qua non que este seria um espectáculo feliz sobre a cidade feliz. E é-o.”

Pedro Penim

 

“Profundo Delay” foi reencenado por Ana Tang e Paulo Pascoal em 2017, no âmbito da ACREÇÃO – Ciclo de reenactments de performances portuguesas.

 

 

Co-criação e interpretação | Cláudia Jardim e Pedro Penim
Texto | Pedro Penim
Produção executiva | Pedro Pires
Responsabilidade técnica | Paulo Simões
Fotografias | Sandra Ramos

NEWSLETTER